sábado , dezembro 3 2016
Home / Nacional / Santa Catarina transfere 40 presos para presídios federais de segurança máxima

Santa Catarina transfere 40 presos para presídios federais de segurança máxima

Alex Rodrigues
Repórter Agência Brasil

Brasília – Os 106 atentados ocorridos desde o dia 30 de janeiro, em Santa Catarina, motivaram os governos federal e estadual a transferir 40 detentos de várias unidades prisionais catarinenses para penitenciárias federais de segurança máxima em outros estados. O total de presos já transferidos desde a última quinta-feira (14) foi revelado hoje (16), pelo ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo.

“Este não é o número definitivo. O governo federal disponibiliza [ao estado] quantas vagas forem necessárias. Sejam pessoas que já estão presas e que estejam ou que continuem comandando ações de dentro dos presídios estaduais, sejam novos presos, há uma firme decisão dos governos estadual e federal – com o apoio do Poder Judiciário e do Ministério Público – para que haja estas remoções”, disse o ministro durante coletiva de imprensa na manhã de hoje (16), em Florianópolis.

Segundo Cardoso, a transferência dos presos contou com um forte aparato de segurança. Até mesmo aviões Hércules da Força Aérea Brasileira (FAB) foram usados. Cardozo explicou que não forneceria detalhes sobre para onde os 40 presos estão sendo levados a fim de não colocar em risco as ações de transferência que ainda estão em curso. Pelo mesmo motivo, o ministro evitou falar sobre outras ações além das que já foram anunciadas, como a atuação da Força Nacional no estado e o reforço da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

“Encaminhamos homens da Força Nacional que ficarão sob comando do coronel Nazareno (comandante da Polícia Militar de Santa Catarina), justamente para que possamos ter um comando único das ações que estamos realizando”, acrescentou Cardozo, garantindo que o estado receberá quantos policiais da Força Nacional precisar.

Agência Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Você não tem permissão para usar essa função.