sábado , dezembro 3 2016
Home / Nacional / Produtos de assentamentos da reforma agrária serão comercializados em supermercados de todo Brasil

Produtos de assentamentos da reforma agrária serão comercializados em supermercados de todo Brasil

Produtos dos assentamentos da reforma agrária serão vendidos em supermercados de todo o País

Produtos dos assentamentos da reforma agrária serão vendidos em supermercados de todo o País

Os produtos da agricultura familiar e dos assentamentos da reforma agrária estarão disponíveis nas redes de supermercados de todo o País. A novidade foi anunciada em reunião realizada nessa quarta-feira (6) entre o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), e representantes da Associação Brasileira de Supermercados (Abras). A intenção é discutir, agora, uma agenda de trabalho para beneficiar os assentados da reforma agrária.

A parceria entre o ministério e a Abras foi firmada em 2011 e prevê a inserção de produtos da agricultura familiar nas prateleiras de supermercados de todo o Brasil. Agora, os produtos dos assentamentos da reforma agrária também farão parte da lista.

“Queremos assentamentos que tenham dinâmica econômica, que produzam alimentos e, obviamente, precisamos de canais de comercialização para isso”, avaliou o ministro interino do Desenvolvimento Agrário, Laudemir Müller, ressaltando a importância da Abras nesse processo.

O presidente do Incra, Carlos Guedes,  definiu como estratégica para os assentamentos a visita do presidente da Abras, que irá reafirmar o compromisso da associação em abrir as portas para os produtos da agricultura familiar e da reforma agrária. “Foi estabelecida uma agenda de trabalho para que as famílias brasileiras possam ter, de forma bem acessível, esses produtos nas gôndolas dos supermercados”. Guedes acrescentou, ainda, que a ação respeitará as características regionais dos estados.

De acordo com o presidente da Abras, Fernando Yamada, a agenda de trabalho firmada entre o Incra e a associação já está sendo discutida. “Eu vim para conhecer o trabalho com os assentamentos. Esse é um projeto que a Abras já encampou há dois anos com o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) e vimos que podemos crescer mais, com os produtos da agricultura familiar e dos assentamentos”, assinalou.

Parcerias

No início do ano passado, foi articulada uma parceria entre a Abras e os ministérios do Desenvolvimento Agrário e do Desenvolvimento Social e Combate à Fome para que os produtos agricultura familiar fossem adquiridos e comercializados na rede varejista de supermercados, incluindo a capacitação e a qualificação de mão de obra de pessoas em extrema pobreza.

O acordo também prevê a inserção no mercado de trabalho dos inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico) e o intercâmbio de informações técnicas para elaboração e execução de iniciativas envolvidas no Plano Brasil Sem Miséria.

Foi anunciada também na quarta-feira (6) que as organizações de agricultores familiares de todo o País, interessadas em participar do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), já podem apresentar propostas à Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Será realizado repasse, pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), de R$144 milhões para compra de produtos.

Os produtos adquiridos pelo programa destinam-se ao atendimento de pessoas em situação de insegurança alimentar e nutricional e às que são atendidas pela rede socioassistencial, rede pública e filantrópica de ensino. 

Do Portal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Você não tem permissão para usar essa função.