terça-feira , dezembro 6 2016
Home / Nacional / Força Nacional chega a Santa Catarina para conter ataques violentos no estado

Força Nacional chega a Santa Catarina para conter ataques violentos no estado

Nesta sexta-feira, número de atentados registrados em 16 dias no estado chegou a 100

Soldados da Força Nacional embarcam de Brasília com destino a Florianópolis Reprodução/Twitter do Sargento Neri

RIO e FLORIANÓPOLIS — O governo de Santa Catarina confirmou, nesta sexta-feira, que tropas da Força Nacional de Segurança Pública seguiram do Aeroporto de Brasília em viagem ao estado. Os soldados, cerca de 350 homens que vão atuar na tentativa de conter a nova onda de violência que já atingiu 30 cidades catarinenses desde o dia 30 de janeiro, chegaram na capital catarinense no início da tarde. Autoridades negociaram o envio das tropas e a estratégia de como será a operação em Santa Catarina. Na madrugada de hoje, o número de ataques chegou a 101, incluindo 38 ônibus queimados em vias públicas.

Estiveram presentes no encontro a secretária Nacional de Segurança Pública, Regina Minck, o secretário Estadual de Segurança Pública, César Grubba, e o comandante geral da Polícia Militar, o coronel Nazareno Marcinero.

O envio dos militares foi autorizado pelo Ministério da Justiça depois de uma reunião entre o governador e o ministro José Eduardo Cardozo na quarta-feira. Um dos militares enviados à missão postou uma foto no Twitter com a seguinte frase:

“O bixo (sic) vai pegar” – escreveu.

Pela manhã, passageiros sofreram com a demora na circulação de ônibus na Grande Florianópolis. Apesar de autoridades terem garantido que os ônibus estariam nas ruas a partir das 6h, muitos usuários relataram que os coletivos só começaram a deixar o principal terminal da capital depois das 7h. Durante assembleia nesta quinta-feira, motoristas e cobradores de ônibus haviam decidido que só iriam trabalhar de 7h às 19h a partir desta sexta devido à onda de ataques no estado. Por causa do impasse, as aulas da noite na rede pública estadual estão suspensas nesta sexta-feira.

O Globo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Você não tem permissão para usar essa função.