quinta-feira , dezembro 8 2016
Home / Futebol / Conmebol recusa apelação, e Corinthians jogará sem torcida na Libertadores

Conmebol recusa apelação, e Corinthians jogará sem torcida na Libertadores

CorinthiansxSantos pacaembu (Foto: marcos Ribolli / Globoesporte.com)Corinthians não contará com sua torcida já nesta
quarta, contra o Millonarios (Foto: Marcos Ribolli)

A Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) recusou a apelação enviada pelo Corinthians na última sexta-feira e, assim, o time jogará com portões fechados seus próximos compromissos pela Taça Libertadores. O primeiro deles será diante do Millonarios, da Colômbia, às 22h desta quarta-feira, no Pacaembu. O clube informou que irá ressarcir os torcedores que compraram ingressos para as partidas em casa e pediu que os corintianos evitem a região do Pacaembu enquanto a punição estiver valendo.

A medida cautelar imposta ao clube pela morte do torcedor Kevin Espada, na última quarta, durante o jogo contra o San José, da Bolívia, determina que o Corinthians atuará em casa com os portões fechados e sem sua torcida nos jogos como visitante pelo prazo de 60 dias e até que o caso da morte do garoto boliviano seja resolvido. A Polícia Militar já tem um planejamento para a partida sem torcedores.

A diretoria do Timão aguarda o julgamento definitivo por parte da Comissão Disciplinar da Conmebol, o que deve ocorrer nos próximos 60 dias. Se uma decisão favorável ao Corinthians acontecer nos próximos dias, a equipe pode contar com o apoio da torcida ainda na fase de grupos.

Além do duelo com o Millonarios, o Corinthians também enfrenta em casa pela fase de grupos da Libertadores o Tijuana, do México, no dia 13 de março, e o San José, da Bolívia, no dia 10 de abril.

Mais de 85 mil ingressos foram vendidos antecipadamente pelo Corinthians para essas três partidas. O clube, agora, promete ressarcir os torcedores ou oferecer os valores gastos como crédito para partidas futuras.

A diretoria alvinegra ainda calcula o prejuízo causado pela ausência da torcida. No ano passado, o Corinthians arrecadou R$ 5,3 milhões com bilheteria nos jogos da fase de grupos. A medida cautelar atual, de 60 dias, abrange justamente a fase de grupos da Libertadores deste ano.

Há uma movimentação de torcidas organizadas do Corinthians prometendo comparecer à Praça Charles Miller, em frente ao Pacaembu, para apoiar a equipe contra o Millonarios do lado de fora do estádio. O clube, porém, pede que os torcedores evitem a região.

Confira a nota oficial do Corinthians:

"A diretoria do Sport Club Corinthians Paulista, no intuito de defender os direitos dos torcedores, principalmente aqueles que já adquiriram os ingressos de forma antecipada, tentou todos os recursos jurídicos para reformar a medida cautelar imposta ao clube pela Conmebol na última quinta-feira.

Como o pedido de reforma foi negado, o Corinthians acata a decisão da entidade sul-americana e mandará as partidas da Copa Libertadores com os portões fechados até o julgamento, que deverá ocorrer no prazo de 60 dias.

Os torcedores que adquiriram ingressos poderão usar os valores como crédito no programa Fiel Torcedor ou pedir o ressarcimento do dinheiro. No entanto, como o volume de recursos e número de torcedores afetados é muito grande, nem todos poderão ser atendidos nas primeiras horas. Por isso contamos com a paciência dos afetados pelos cancelamentos.

Por fim, pedimos ao torcedor que evite ir às imediações do estádio do Pacaembu durante o período em que a punição valer. Tenha certeza que a camisa corinthiana será, como sempre, honrada, com muito suor e determinação."

Do Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Você não tem permissão para usar essa função.