quinta-feira , dezembro 8 2016
Home / Poemas e poesias / Belo soneto “Depois que eu me for”

Belo soneto “Depois que eu me for”

"Soneto de autoria do Poeta Doddo Felix, publicado hoje 21.02.2013 e editado por Luiz Berto no Jornal da Besta Fubana em sua coluna GORJEIOS.

Pouco me importa que os amigos meus
de mim se lembrem no extremo momento
e venham dar o seu tristonho adeus,
na última hora, em meu sepultamento.

Não me interessa nenhum sentimento,
nenhuma lágrima, pra que, meu Deus?
Talvez, quem sabe? seja fingimento
toda a tristeza dos semblantes seus!

Não me interessa que digam de mim
belas palavras cheias de louvor,
que fui amigo, que não fui ruim…

Amigo meu, se és de fato amigo,
dá-me o teu braço enquanto estou contigo.
Nada me importa depois que eu me for!"

Enviado por Jorge Macedo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Você não tem permissão para usar essa função.