sexta-feira , dezembro 9 2016
Home / Polícia / Após batida de carro; guarda municipal é preso em Natal por tentativa de homicídio

Após batida de carro; guarda municipal é preso em Natal por tentativa de homicídio

Guarda municipal Francisco Itamar Gomes foi preso em flagrante.
Um adolescente de 15 anos está internado em estado grave.

Uma briga de trânsito acabou em tiroteio na noite deste domingo (17), no bairro Planalto, zona Sul de Natal. De acordo com a Polícia Civil, o guarda municipal Francisco Itamar Gomes, de 41 anos, foi autuado por porte ilegal de arma de fogo e tentativa de homicídio, após ter atirado em um homem e um adolescente durante uma briga causada por uma colisão entre dois veículos. O adolescente tem 15 anos e foi alvejado na cabeça. Ele está internado em estado grave no Pronto-Socorro Clóvis Sarinho e corre risco de morte.

O guarda municipal foi levado para o Núcleo de Custódia e de lá será encaminhado para uma unidade carcerária. De acordo com o advogado Lincoln Alves, defensor do suspeito, o guarda é réu primário e agiu em legítima defesa. “Ele me disse que foi agredido pelo motorista do Gol e atirou nas pernas dele para tentar parar a confusão”, disse.

De acordo com o delegado Pedro Paulo Falcão, que atendeu à ocorrência, o guarda municipal estaria dirigindo embriagado e teria provocado uma pequena colisão com um veículo Gol de cor branca. Quando o motorista do Gol abordou o guarda municipal, na rua Miramangue, no bairro Planalto, iniciou-se uma discussão, segundo a polícia.

“A vítima disse que abordou o guarda municipal para cobrar os prejuízos da colisão que teria acontecido minutos antes em uma rua próxima da Miramangue. Foi então que eles começaram uma discussão e o guarda municipal sacou um revólver calibre 38 e efetuou os disparos”, disse o delegado Pedro paulo Falcão.

Os tiros atingiram o motorista do Gol branco e um adolescente de 15 anos de idade. “O motorista do Gol levou dois tiros na perna, foi socorrido para o Hospital Clóvis Sarinho e já foi liberado. Um adolescente de 15 anos que trabalhava em um bar próximo de onde aconteceu a confusão, e não tinha nada a ver com a briga, foi atingido com um tiro na cabeça”, informou o delegado. De acordo com a assessoria do Pronto-socorro Clóvis Sarinho, o estado de saúde do adolscente é considerado grave. “Ele foi submetido a uma cirurgia e respira com ajuda de aparelhos”, informou.
De acordo com a Polícia Civil, Franciso Itamar Gomes não quis relatar os fatos em depoimento. “Ele  fez uso do direito constitucional de se manter calado e não disse nada, mas foi autuado por porte ilegal de arma de fogo, disparo de arma de fogo em via pública e tentativa de homicídio. Além disso, foi lavrado um auto de constatação porque ele estava visivelmente embriagado e se negou a fazer o teste do bafômetro”, informou o delegado.

Do G1 RN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Você não tem permissão para usar essa função.