domingo , dezembro 4 2016
Home / RN / RN tem mais de 100 mil imóveis com água cortada, diz Caern

RN tem mais de 100 mil imóveis com água cortada, diz Caern

Para recuperar clientes, empresa prorroga prazo de negociação de dívidas.
Atualmente, apenas metade dos consumidores paga as contas em dia.

Mais de 100 mil imóveis têm água cortada no RN (Foto: asas)Mais de 100 mil imóveis têm água cortada no RN
(Foto: Edijan Del Santo)

A Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) anunciou que está prorrogando o prazo para a negociação com clientes que possuem contas em aberto até agosto de 2012. O objetivo, de acordo com a direção, é recuperar mais de 100 mil imóveis que estão atualmente com o água cortada por falta de pagamento. Segundo dados da própria Caern, das 600 mil ligações ativas que a empresa possui em 154 município do estado, somente metade dos consumidores paga rigorosamente em dia, 25% deixa atrasar uma ou duas contas e os outros 25% elevam este índice acima de duas contas em atraso.

Ainda segundo o programa de religação da companhia, os inadimplentes têm a oportunidade de quitar suas dívidas com descontos nos pagamentos à vista ou dividir os débitos em até 36 parcelas mensais. É o que informa o chefe da Unidade Comercial de Controle da Arrecadação, Cobrança e Combate à Fraude da Caern. João Gabriel Assunção explica que, para quem deseja pagar o débito à vista, o desconto é de 50% sobre o valor da multa pela falta de pagamento, por infração e por consumo fraudado, além da dispensa de acréscimos nos juros de mora. “Para o cliente que optar pelo parcelamento, a empresa oferece alternativas, com o maior prazo para pagamento em 36 vezes e entrada a partir de 20% do valor total do débito”, acrescentou.

A Caern informou que também pretende regularizar o atendimento aos usuários que tiveram os serviços suspensos por falta de pagamento ou até mesmo por infrações cometidas durante o fornecimento de água e/ou coleta de esgotos. De junho até dezembro último, cerca de 20 mil clientes negociaram seus débitos e evitaram o corte do fornecimento de água.

Do G1 RN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Você não tem permissão para usar essa função.