segunda-feira , dezembro 5 2016
Home / Justiça / Justiça aceita pedido de exumação do corpo de Marcos Matsunaga

Justiça aceita pedido de exumação do corpo de Marcos Matsunaga

Solicitação foi feita pela defesa de Elize; ela é acusada de matar e esquartejar o marido

Reprodução/Rede Record Nova perícia irá esclarecer se executivo teria morrido em razão do tiro na cabeça ou se ainda estava vivo ao ser esquartejado

A Justiça aceitou o pedido de exumação do corpo do executivo da Yoki Marcos Matsunaga. A solicitação foi feita no final do ano passado pelos advogados de Elize Matsunaga, acusada de matar e esquartejar o empresário. A decisão foi tomada pelo juiz Adilson Paukoski Simoni, da 5ª Vara do Júri da Capital, na segunda-feira (14), mas só foi divulgada na noite desta terça-feira (15).

A defesa da ré quer saber se Marcos morreu em função do tiro na cabeça e se estava vivo ao ser esquartejado. A assessoria de imprensa do Tribunal de Justiça de São Paulo informou que uma nova necropsia será realizada no corpo do empresário. A perícia servirá para determinar o momento da morte da vítima.

Segundo o primeiro laudo necroscópico, assinado pelo legista Jorge Pereira de Oliveira, Marcos morreu em decorrência de traumatismo craniano, provocado pelo tiro, associado à asfixia, por ter aspirado sangue durante a decapitação, indicando que ainda respirava quando foi degolado. Esta é considerada uma qualificadora do crime, porque caracteriza "meio cruel". Elize responde por homicídio doloso (quando há intenção de matar) triplamente qualificado.

Do R7

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Você não tem permissão para usar essa função.