quinta-feira , dezembro 8 2016
Home / Nacional / Juazeiro do Norte: Romaria das Candeias deve reunir 250 mil devotos

Juazeiro do Norte: Romaria das Candeias deve reunir 250 mil devotos

O município já está sendo preparado para receber os fiéis no período de 29 de janeiro a 2 de fevereiro

Juazeiro do Norte Começam os preparativos para a terceira maior romaria do ano neste município. Com a perspectiva de receber durante quatro dias 250 mil fiéis, a Romaria de Nossa Senhora das Candeias é uma das mais tradicionais, pelo grande cortejo iluminado durante o seu percurso, na procissão de encerramento. A Romaria acontece no período de 29 de janeiro a 2 de fevereiro.

A Romaria de Nossa Senhora das Candeias é uma das mais tradicionais, pelo grande cortejo iluminado durante o seu percurso, na procissão de encerramento FOTO: ELIZÂNGELA SANTOS

Os romeiros começam a chegar na cidade no dia 26, antes mesmo da abertura oficial da festa. A última romaria realizada na cidade, em menor proporção, aconteceu durante o período natalino, encerrando no dia 6 de janeiro. Durante o mês dezembro e início de janeiro, circularam pela cidade cerca de 100 mil pessoas, segundo cálculo divulgado pela então Secretaria de Turismo e Romaria. Agora, as festas religiosas estão sob a coordenação municipal da Secretaria de Cultura e Turismo, responsável pela primeira reunião de organização da romaria.
Reunião

Vários setores da nova administração já estiveram reunidos para debater os primeiros passos no processo de organização da festa romeira. A romaria de Nossa Senhora das Candeias será aberta oficialmente durante missa campal, às 19 horas, na Praça do Romeiro, de frente à Basílica de Nossa Senhora das Dores. A procissão de encerramento acontece no dia 2 de fevereiro, às 17 horas, saindo da Igreja do Socorro com celebração final na Praça do Romeiro, que fica repleta de fiéis com as velas acesas, até o fim da missa.
A Romaria das Candeias, como ficou conhecida, teve como principal incentivador o Padre Cícero. Devoto da santa, ele estimulou o uso de candeeiros e lamparinas durante o percurso da procissão. A festa abre o ciclo das grandes romarias na cidade e também fecha o calendário das três maiores do ano, após o segundo semestre, iniciando com a festa da Nossa Senhora das Dores, em setembro, e a Romaria de Finados, a maior delas, no mês de novembro.
Na reunião da Operação Romeiro é traçada toda a organização voltada para a segurança, atendimentos na área da saúde e ação social, dentre outros aspectos. Este ano, o trabalho vem sendo coordenado pelo secretário de Cultura e Romaria, Wellington Costa. Um plano emergencial para recuperação das ruas onde há maior tráfego de romeiros será efetuado. Serão disponibilizados mais de 100 agentes para organização do trânsito.
No caso da segurança, uma das preocupações está relacionada aos pequenos assaltos aos romeiros. Neste período, muitas pessoas também ficam perdidas na cidade e foi proposto pela representatividade da Polícia Militar a distribuição de um panfleto com orientações e um cartão com endereço da pousada ou rancho onde os romeiros ficam hospedados. Outras questões igualmente importantes foram a limpeza pública, um acolhimento digno por parte dos meios de hospedagem e a organização do comércio ambulante que, cada vez mais, ocupa os espaços de circulação dos romeiros.
Sugestões

O administrador da Basílica, padre Joaquim Cláudio, sugeriu estudos visando a possibilidade da construção de banheiros públicos permanentes ao invés de químicos. Já o Padre Venturelli, administrador do Horto, voltou a reclamar que caminhões paus-de-arara estão sendo bloqueados em barreiras policiais, quando não sofrem multas.
O secretário de Cultura e Romaria, Wellington Costa, adiantou sobre a pretensão de promover nova reunião no segundo semestre para avaliar os preparativos dos eventos.
Participaram ainda representantes da Coelce, Cagece, Corpo de Bombeiros, Polícia Civil, Escoteiros, Sindilojas, Sesc, Tiro de Guerra, Juizado da Infância e Juventude, além das secretarias de Saúde, Meio Ambiente, Segurança e Cidadania, Gabinete, Desenvolvimento Social, Demutran, Guarda Municipal, Vigilância Sanitária, Mobilização Social e Fundação Memorial Padre Cícero.

Do Diário do Nordeste

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Você não tem permissão para usar essa função.