sábado , dezembro 10 2016
Home / Nacional / Governador Cid Gomes deve pagar show de Ivete, afirma procurador

Governador Cid Gomes deve pagar show de Ivete, afirma procurador

O Ministério Público Federal no Ceará entrou na Justiça ontem contra o governador do Estado, Cid Gomes (PSB), pedindo a devolução dos R$ 650 mil pagos à cantora Ivete Sangalo para um show de inauguração de um hospital no interior.

A ação pede que a restituição seja feita com "recursos financeiros do próprio governador", e revertida ao maior hospital de emergência do Estado, o Instituto José Frota.

"Não tem sentido o governador gastar recursos com festas para inaugurar hospital, enquanto se faz urgente o atendimento de cidadãos em fila de espera por cirurgias", afirmou, em nota, o procurador Oscar Costa Filho.

Costa Filho classificou a contratação como um ato "agressivo à problemática da saúde pública", e citou gargalos no setor no Estado, como 349 pacientes em espera por cirurgias ortopédicas.

O show, no dia 18 passado, ocorreu na inauguração de um hospital estadual em Sobral (240 km de Fortaleza), berço político dos irmãos Cid e Ciro Gomes. A obra custou R$ 227 milhões.

Para a Procuradoria, houve violação do princípio da moralidade administrativa e desvio de finalidade na contratação do show. A ação pede ainda que Cid seja impedido de usar recursos públicos vinculados à saúde para realizar eventos festivos.

Em outra frente, a despesa é questionada pelo Ministério Público de Contas cearense –órgão de controle do Tribunal de Contas do Estado.

A assessoria de Cid Gomes disse que a ação do MPF não procede porque o dinheiro do show não saiu da saúde estadual, mas da Casa Civil.

Na semana passada, o governador disse que continuará a promover esse tipo de evento "doa a quem doer" e citou a necessidade de diversão do povo. Ivete Sangalo não se manifestou.

Em agosto, em outra ação questionada, a gestão Cid pagou R$ 3,1 milhões por um show do tenor Plácido Domingo na inauguração do centro de eventos do Estado.

Folha de S.Paulo

As mais recentes

O doutor perguntou onde dói mais, respondi que é na alma
Ministério Público do RN quer fiscalizar gastos públicos com a realização de festividades
Matrículas para disciplinas de Neurociências da UFRN vão até o dia 27 de janeiro.
Países filiados à Fifa não escolhem sede da Copa desde 1964
Flamengo corta R$ 600 mil na folha do futebol e aposta em executivos ‘caros’ por reestruturação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Você não tem permissão para usar essa função.