sábado , dezembro 10 2016
Home / Polícia / Em Santa Catarina, mulher é condenada a 24 anos de prisão por encomendar morte do marido

Em Santa Catarina, mulher é condenada a 24 anos de prisão por encomendar morte do marido

Após quase 18 horas de julgamento, uma mulher foi condenada a 24 anos de prisão na madrugada desta quinta-feira em Fraiburgo-SC. Lordete Griggio, de 52 anos, deverá cumprir a pena em regime fechado, após confessar que encomendou a morte do marido em agosto de 2011.

  Na época, Lordete e a filha de 13 anos contaram à polícia que contrataram um homem para matar o aposentado Itacir Griggio, 57 anos. A vítima foi assassinada a tiros enquanto dormia. Os motivos do crime estariam ligados a intrigas familiares e a um relacionamento amoroso precoce que a adolescente mantinha.

  A polícia descobriu o envolvimento da dupla na execução ainda durante o velório da vítima. As duas confessaram ter encomendado a morte. Um adolescente de 16 anos também foi apreendido e confessou participação no crime.

  Ele morava com a família Griggio há cerca de três meses, pois mantinha um relacionamento com a filha da vítima, há cerca de dois anos. Os três alegaram à polícia que encomendaram a morte do aposentado por conta de violência doméstica, motivo que nunca foi comprovado pelos suspeitos.

Executor também foi condenado

  Fernando Conte, de 22 anos, também foi condenado a 16 anos de prisão por ter executado o crime. Ele confessou ter efetuado os disparos em troca de R$ 1 mil, que não chegaram a ser pagos, e é conhecido do genro da vítima.

  Com ele, a polícia encontrou um revólver de calibre 32 utilizado no assassinato. A arma foi apreendida e teria sido comprada pela viúva da vítima, por R$ 700. Os dois suspeitos que venderam o revólver à família também foram julgados e absolvidos.

Fonte: diariocacadorense.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Você não tem permissão para usar essa função.