sábado , dezembro 10 2016
Home / Nacional / Problema em interligação causou apagão de sábado, diz ONS

Problema em interligação causou apagão de sábado, diz ONS

O apagão que atingiu parte dos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais no fim da tarde de sábado (15) foi ocasionado por um problema de interligação no sistema integrado nacional de energia, segundo o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS). A falha acionou o sistema de segurança de equipamentos de transmissão, fazendo com que houvesse cortes seletivos no fornecimento para evitar uma sobrecarga, justificou a assessoria de imprensa do órgão.

Em São Paulo, cerca de 1,5 milhão de clientes apenas da Eletropaulo foram atingidos pelo apagão. A companhia informou, por meio de nota, que em sua área de concessão 31 subestações ficaram desligadas. Entre os municípios atendidos pela concessionária houve problemas de fornecimento em Itapevi, Itapecerica da Serra, Juquitiba, Taboão da Serra, Diadema, Cajamar, Santana de Parnaíba, Jandira e São Bernardo.

Na cidade de São Paulo, os bairros afetados foram Capão Redondo, Balneário Mar Paulista, Rivieira, Americanopolis, Cupece, São Mateus, Mooca, Guaianazes, Talarico, Carrão, Tatuapé, Ipiranga, Vila Maria, Santo Amaro, Rio Bonito, Itaim Paulista, São Miguel Paulista, Vila Guilherme, Saúde e Guarapiranga.

No Rio, 700 mil pessoas foram afetadas em bairros da zona norte e oeste da capital e em sete municípios da Baixada Fluminense, área de concessão da Light. A empresa informou que às 17h55, por conta de uma "anormalidade no sistema interligado, sob responsabilidade do ONS", houve perda do suprimento de energia e algumas subestações foram desligadas por dispositivos automáticos. O restabelecimento de energia foi concluído às 22 horas de sábado.

Outros 20 municípios do Estado foram afetados pelo apagão, numa região sob concessão da Ampla. De acordo com a empresa, a falta de luz ocorreu entre 17h54 e 18h25. A concessionária não informou quantas pessoas foram atingidas.

O ONS informou que está apurando a causa e a extensão do problema. O órgão declarou ainda que terá uma reunião com o Ministério de Minas e Energia e a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) esta semana para debater a falha, antes de divulgar um comunicado oficial sobre o apagão. O operador garantiu, no entanto, que não houve interrupção no fornecimento de energia para hospitais, penitenciárias e escolas.

AC/ Época

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Você não tem permissão para usar essa função.