domingo , janeiro 22 2017
As gostosas do BBB em ensaios da Playboy e Sexy
Home / Política / O estadista Lula querido por estrangeiros e odiado por jornalistas

O estadista Lula querido por estrangeiros e odiado por jornalistas

Foto: Escreveu o prof. Durval Muniz Jr

"Enquanto Lula em visita a três países da Europa é tratado com o respeito que um estadista merece, recebe aplausos efusivos das platéias que o escuta, dá entrevistas aos grandes órgãos de imprensa, recebe prêmios e realiza junto com o presidente da França um seminário para discutir a crise mundial, a mídia brasileira não só não noticia estes fatos, como o tenta enlamear de qualquer jeito. Qualquer 
declaração, de qualquer bandido ou mequetrefe, sem apresentar uma única prova é logo transformada em verdade, estampada nas manchetes, a oposição sem ideias e sem projeto para o Brasil finge que acredita, o Ministério Público que está sentado sobre várias ações envolvendo outras figuras diz que vai investigar e até membros do STF já manifestam opinião a respeito de algo que sequer foi ainda protocolado na justiça.
 
Os representantes da casa-grande jamais perdoarão o fato de que o retirante, perebento, saído dos cafundós de Pernambuco, o analfabeto, que não sabe falar inglês, não tem um dedo, ex-operário e ex-sindicalista, tenha se tornado o maior presidente da república da história do Brasil, que seja a personalidade brasileira de maior prestígio internacional, que tenha dado um banho como administrador em todos os doutores que a casa-grande formou e, principalmente, que tenha retirado tanta gente da miséria, que tenha levados tantos a ocupar lugares que antes eram só deles, que tenha levado catadores de lixo e sem terra para dentro daquele palácio, que seja hoje a maior liderança popular do Brasil.
 
Este sapo barbudo é difícil mesmo de engolir, porque de uma só vez ele mostrou a incompetencia e a insensibilidade social de nossas elites seculares. Eles querem que ele se mate como fez Getúlio ou quem sabe ainda não tentarão acidentá-lo ou morre-lo como fizeram com Juscelino e Jango".
"Enquanto Lula em visita a três países da Europa é tratado com o respeito que um estadista merece, recebe aplausos efusivos das plateias que o escuta, dá entrevistas aos grandes órgãos de imprensa, recebe prêmios e realiza junto com o presidente da França um seminário para discutir a crise mundial, a mídia brasileira não só não noticia estes fatos, como o tenta enlamear de qualquer jeito. Qualquer declaração, de qualquer bandido ou mequetrefe, sem apresentar uma única prova é logo transformada em verdade, estampada nas manchetes, a oposição sem ideias e sem projeto para o Brasil finge que acredita, o Ministério Público que está sentado sobre várias ações envolvendo outras figuras diz que vai investigar e até membros do STF já manifestam opinião a respeito de algo que sequer foi ainda protocolado na justiça.
Os representantes da casa-grande jamais perdoarão o fato de que o retirante, perebento, saído dos cafundós de Pernambuco, o analfabeto, que não sabe falar inglês, não tem um dedo, ex-operário e ex-sindicalista, tenha se tornado o maior presidente da república da história do Brasil, que seja a personalidade brasileira de maior prestígio internacional, que tenha dado um banho como administrador em todos os doutores que a casa-grande formou e, principalmente, que tenha retirado tanta gente da miséria, que tenha levados tantos a ocupar lugares que antes eram só deles, que tenha levado catadores de lixo e sem terra para dentro daquele palácio, que seja hoje a maior liderança popular do Brasil.
Este sapo barbudo é difícil mesmo de engolir, porque de uma só vez ele mostrou a incompetência e a insensibilidade social de nossas elites seculares. Eles querem que ele se mate como fez Getúlio ou quem sabe ainda não tentarão acidentá-lo ou morre-lo como fizeram com Juscelino e Jango".

Prof. Durval Muniz Jr

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

A assistente de palco do João Kleber, Dayse Brucieri
error: Você não tem permissão para usar essa função.