domingo , dezembro 4 2016
Home / Poemas e poesias / Mensagens poéticas de sábado, 22 de dezembro

Mensagens poéticas de sábado, 22 de dezembro

poesia-escrita-a-mao

<<< Uma Trova de Ademar >>>
Ela fez comigo um voto
prometendo se casar;
olhem bem para esta foto…
Morri de tanto esperar!
–Ademar Macedo/RN–

<<< Uma Trova Nacional >>>
Chegou depressa à velhice
e o velho que foi discreto
se desmancha em macaquice
só para agradar o neto.
–Raimundo R. de Araújo/CE–

<<< Uma Trova Potiguar >>>
Quando entre nós pinta o clima
em minha amada eu me encaixo.
O beijo nos liga em cima,
e esquenta tudo por baixo…
–Bob Motta/RN–

<<< Uma Trova Premiada >>>
2001 > Belém/PA
Tema > PIJAMA > M/H
Vendo as listras do pijama
que vestia Dorotéia,
seu genro, bêbado, exclama:
– A zebra engoliu a veia!!!
–Gerson Cesar Souza/RS–

<<< …E Suas Trovas Ficaram >>>
Foi um vexame. O marido,
quando a mulher o traiu,
ficou tão enfurecido
que, em vez de gritar, mugiu!
–Durval Mendonça/RJ–

<<< U m a P o e s i a >>>
Fui eu que prendi Nenem da Rocinha,
Fiz denúncia do tal do mensalão,
Coloquei os corruptos na prisão
Dei lição pra Edu Guedes na cozinha;
Nos States sou amiga da rainha,
fiz poema pra Vinícius de Moraes,
Contracenei com Juliana Paes,
Já dancei com Carlinhos de Jesus;
Fiz um samba com Zeca e Arlindo Cruz
E o que é que me falta fazer mais?
–Rita do Carmo/RN–

<<< Soneto do Dia >>>
PARA QUE SERVE A MULHER?

–Mariano Melgar/PERU–
(Não tenho nada a ver…Isso é coisa de Peruano!(Risossssss)

Não nasceu a mulher para querida,
Por esquiva, por falsa, por mudável;
E como é bela, fraca, miserável,
Não nasceu para ser aborrecida.

Não nasceu p’ra que seja submetida,
Visto ser de caráter indomável;
Como a prudência é nela inevitável,
Não nasceu para ser obedecida.

Como é fraca, não pode ser solteira;
Como é infiel, não pode ser casada;
Mudável, não é fácil que bem queira.

Não sendo para amar, nem ser amada,
Nem p’ra vassala, nem para primeira,
Não serve, finalmente, para nada.

Enviado Por Ademar Macedo, o poeta do amanhecer

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Você não tem permissão para usar essa função.