sábado , dezembro 10 2016
Home / RN / Jovem foi estuprada antes de morrer, diz MPE/RN

Jovem foi estuprada antes de morrer, diz MPE/RN

O Ministério Público Estadual (MPE/RN) apresentou nesta sexta-feira (07), os detalhes do assassinato da menina Maria Luiza, 15, em 2009. O promotor criminal, Jovino Pereira, afirma que há provas documentais, testemunhais e periciais que comprovam a autoria dos dois réus Thiago Felipe Rodrigues Pereira, o "Thiago Cabeção", e Kleveisson de Souza Freitas da Silva, o "Negão", no crime que vitimou a jovem. Ambos foram indiciados por homicídio triplamente qualificado, sequestro, cárcere privado, roubo qualificado, vilipendio (agressão em cadáver), ocultação de cadáver e coação (ameaça) de testemunhas. Ainda não há data para o julgamento da dupla.

Segundo o Ministério Público, os dois raptaram Maria Luiza na noite de 21 de abril de 2009, na avenida Capitão Mor Gouveia, na altura do bairro Cidade Esperança, levaram Maria Luiza para a casa de Kleveisson, no Jardim América, depois ambos a estupraram, e a mataram esganada. O cadáver da menina foi levado em seguida para um matagal no Jardim América, onde o corpo foi despejado. O cadáver também foi violentado, quando a dupla inseriu um pedaço de pau na vagina da menina, chegando a perfurar seu útero.
Ainda de acordo com o MP, a motivação do crime foi puramente sexual. Thiago mantinha um desejo sexual que não era correspondido pela vítima.

Do DN online

Gostou? Curta nossa página no Facebook e receba notícias em tempo real!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Você não tem permissão para usar essa função.