quarta-feira , dezembro 7 2016
Home / Nacional / Fim do mundo em 21 de dezembro: O que tem de verdade

Fim do mundo em 21 de dezembro: O que tem de verdade

Algumas seitas têm marcado datas para o retorno do Senhor (como a grande besteira do calendário Maia), mas nenhuma delas até hoje se mostrou certa. Quando esteve aqui na terra, Jesus disse: “Mas a respeito daquele dia e hora ninguém sabe, nem os anjos dos céus, nem o Filho, senão o Pai”. (Mateus 24:36).
Isto prova indiscutivelmente que ninguém poderá saber o dia e a hora do regresso do Senhor, pois pertence apenas a Ele. Marcar datas é desobedecer à ordem do Senhor e perda de tempo. A razão pela qual Deus Pai não divulgou a data da volta de Jesus nem para o próprio Jesus é simples: Deus nos quer constantemente em Sua Presença, tratando cada minuto como se fosse o último antes da Segunda Vinda de Jesus. Deus quer que preguemos a Palavra a todos os homens e mulheres para que eles sejam salvos, como se fosse à última vez que teríamos a oportunidade de pregar para eles.
Isso gera em nós a responsabilidade de amar a Deus, amar ao próximo, a constância e a vigilância em Cristo, que devem ser características fundamentais a todo crente verdadeiro. Esse negócio de profecia de fim do mundo em 2012 é pura babaquice, representa apenas o fim do calendário Maia e não o fim do mundo.
O dono deste mundo Lúcifer (satanás ou diabo) vem cegando a mente de todos com mentiras, presságios falsos, esse ser maligno sabe que o tempo dele está se acabando. Uma das questões levantadas pela escolha do calendário Maia para “anunciar” o fim do mundo é: por que este povo? Pessoas adeptas a práticas da New Age, que conta com espiritualidade e muitas superstições, abraçaram a cultura Maia porque ela se encaixa perfeitamente com as suas idéias da sabedoria da antiguidade.
Adeptos da New Age acham que povos antigos como os Maias e os egípcios eram muito mais avançados do que se acredita – por isso, a ideia de que, de algum modo os Maias sabiam quando seria o fim do mundo é muito atraente. Além da fama trazida pelo fim do mundo Maia, outras brincadeiras se tornaram famosas.
Um delas afirma que um planeta chamado Nibiru – que não existe – teria sido descoberto pelos Sumérios e iria se chocar contra a Terra em 2012, causando enorme destruição e uma reversão dos pólos geomagnéticos do planeta.
O interessante é que estes mesmos povos são reflexos de uma era que tem pacto direto com Lúcifer e podemos notar pelos símbolos que governos e entidades dão hoje, como a pirâmide e o olho de Hórus, que são símbolos satânicos, portanto o mundo não irá acabar como e quando o diabo quer, porém quando o Deus Jeová quiser por meio de Jesus Cristo.

Variedades1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Você não tem permissão para usar essa função.