sábado , dezembro 10 2016
Home / RN / Explosão de botijão de gás deixa mãe e filha feridas em Natal

Explosão de botijão de gás deixa mãe e filha feridas em Natal

A explosão de um botijão de gás no interior de uma casa no bairro Nordeste, zona Oeste de Natal, deixou mãe e filha feridas no início da noite desta sexta (14), segundo informações do Corpo de Bombeiros. De acordo com a família, Maria Josenilda Marinho, 36 anos, e Alessandra Kelly Marinho da Silva, 11 anos, foram socorridas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhadas ao Hospital Walfredo Gurgel. A assessoria de comunicação da unidade informou que as duas passam bem e devem receber alta médica em breve.
“A criança reclamou de ardência nas pernas, mas a equipe médica disse que o caso dela não é grave. A mãe também foi medicada e está se recuperando. Acredito que ainda hoje (sexta), elas sejam liberadas”, afirmou Marcelo Soares, assessor de comunicação do Hospital Walfredo Gurgel.
O plantonista do Corpo de Bombeiros, Ailson Paracho, informou que não foi necessário deslocar a viatura de combate a incêndio até o local. “Quando os bombeiros estavam a caminho, a família das vítimas ligou para dizer que a situação havia sido controlada e que o Samu estava no local socorrendo os feridos”, explicou Ailson.
Roseana Marinho, prima e vizinha das vítimas, contou ao G1 como tudo aconteceu. “Eu estava na minha casa, que ao lado da dela. A gente mora numa vila. De repente, ouvi um barulho muito grande. Todo mundo saiu de casa. A rua toda escutou. Quando entrei, me deparei com as duas lá. Minha tia estava desmaiando, com partes do corpo despelando. Mas minha prima estava bem”, narrou.
Roseana disse também, que pela manhã sentiu um cheiro forte de gás na casa da tia, e quando esta foi esquentar o jantar, houve a explosão. “Acho que o gás ficou escapando o dia todo. Aí quando acendeu o fogão, explodiu”, indicou Roseana.
O sargento do Corpo de Bombeiros, Denilson Siqueira, alertou sobre o perigo que representa o vazamento de gás e explicou como se deve proceder nesses casos.
“Imediatamente ao perceber o vazamento, deve abrir portas e janelas e não acender lâmpadas. Caso estejam acesas, não apagá-las, para que o manuseio não venha a provocar fagulhas. Também não se deve manusear nada que provoque faíscas ou calor. Nada de fósforos, por exemplo. Deve deixar o ambiente bem arejado e em seguida, manter contato com o Corpo de Bombeiros, fornecendo detalhes do vazamento”, finalizou o sargento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Você não tem permissão para usar essa função.