quarta-feira , dezembro 7 2016
Home / Poemas e poesias / Esqueci de esquecer quem me esqueceu Porque sei que quem ama não esquece.

Esqueci de esquecer quem me esqueceu Porque sei que quem ama não esquece.

poesia-escrita-a-mao
Muitas vezes a gente se apaixona
Cai na onda dum falso juramento
Se encanta com pouco encantamento
Quando pensa que não, já foi à lona;
A verdade, pois quando vem a tona
Sofre mais, muito mais quem não merece
Eu já fiz a meu Deus tanta da prece
Foi em vão, pois meu rogo não valeu
Esqueci de esquecer quem me esqueceu
Porque sei que quem ama não esquece.
Sou um pobre mortal, que ainda tem
Mil razões e motivos para amar
Já chorei, já menti, já fiz chorar
Pratiquei muitos males, fiz o bem
Abriguei neste peito certo alguém
Que lembrando, o mesmo, adoece;
O suor, pinga frio, e a dor cresce
Avisando, dum caso que morreu
Esqueci de esquecer quem me esqueceu
Porque sei que quem ama não esquece. 


Mote e Glosas: Léo Medeiros
Sobral, 22 de setembro de 2009.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Você não tem permissão para usar essa função.