sexta-feira , dezembro 2 2016
Home / Curiosidades / Atenção mulheres: Menopausa causa acúmulo de gordura na barriga, diz estudo

Atenção mulheres: Menopausa causa acúmulo de gordura na barriga, diz estudo

A Sociedade Internacional de Menopausa acaba de divulgar o resultado de uma grande revisão que relaciona o período após a menopausa a um maior ganho de peso. O estudo, que avaliou o impacto da flutuação hormonal em mulheres de 55 a 65 anos, identificou que as alterações hormonais comuns a este período podem levar ao acúmulo de gordura na região do abdômen.
A principal conclusão foi que, independentemente de se ganhar ou não peso na meia-idade, após a menopausa as mulheres apresentam uma mudança na localização de suas reservas de gordura, que passam a se concentrar mais no abdômen, em relação ao período fértil. Esta alteração deve-se à queda nos níveis de estrogênio.
– As flutuações hormonais há muito tempo são responsabilizadas pelo ganho de peso entre as mulheres de meia-idade, mas o que esta revisão demonstrou é que há uma mudança na forma em que a gordura é distribuída, conduzindo ao aumento de gordura na barriga. Assim, é um mito considerar que a menopausa por si só provoque o ganho de peso – explica o ginecologista Edimund Baracat, professor titular da Disciplina de Ginecologia da Faculdade de Medicina da USP.
De acordo com o especialista, o aumento de peso após a menopausa é uma consequência de fatores ambientais e do próprio envelhecimento.]
– O estudo também observou que, ao contrário da opinião popular, a terapia hormonal com estrogênios não causa ganho de peso às mulheres e de que há boas evidências de que a essa terapia possa prevenir o aumento de gordura abdominal após a menopausa – afirma Baracat.
Obesidade, um forte fator de risco
Outro alerta apontado pela revisão é de que mulheres obesas tendem a sentir mais gravemente os sintomas da pós-menopausa. O controle de peso na pré e na pós-menopausa são essenciais para prevenir uma variedade de doenças, incluindo diabetes e doenças cardiovasculares. As doenças cardíacas são, de longe, as principais causas de morte das mulheres na pós-menopausa e este risco é aumentado pelo excesso de peso. Globalmente, cerca de 1,5 bilhão de adultos estão acima do peso e, destes, cerca de 300 milhões são de mulheres obesas.
Além de prevenir os famosos “pneuzinhos”, a terapia hormonal com estrogênios tem sido associada a outros benefícios para a saúde: alivia os sintomas do climatério, estimula o metabolismo do açúcar e ajuda a preservar a saúde do endotélio, o revestimento interno das artérias. O uso correto de hormônios, sempre sob supervisão médica, colabora também para o equilíbrio das gorduras no sangue e atua na prevenção da osteoporose, já que o estrogênio é responsável pela fixação do cálcio nos ossos. Estudos recentes têm associado à falta de estrogênio também ao Mal de Alzheimer.

Fonte: Zero Hora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Você não tem permissão para usar essa função.