segunda-feira , dezembro 5 2016
Home / Mundo / Dois brasileiros disputaram as eleições americanas

Dois brasileiros disputaram as eleições americanas

Os dois brasileiros que disputavam um cargo no Poder Legislativo americano perderam a eleição. José Peixoto, de 52 anos, concorria a uma vaga na Câmara de Representantes (órgão correspondente à Câmara dos Deputados) pelo 26º Distrito da Flórida, que tem cerca de 150 mil eleitores. Candidato independente, Peixoto recebeu 1,1% dos votos, um total de 2.573 votos. A representação do distrito ficou com o democrata Joe Garcia, com 127.688 votos (53,8% do total).

O resultado difere das pesquisas eleitorais, divulgadas antes do pleito, entre elas, uma pesquisa realizada pelo jornal “Miami Herald”, que apontou a candidatura de José Peixoto com 5% das intenções de voto.
José Peixoto nasceu em Ipanema, Minas Gerais (Foto: Divulgação)José Peixoto nasceu em Ipanema, Minas Gerais
(Foto: Divulgação)
Já o goiano Ronney Roger Oliveira, de 40 anos, perdeu a disputa por uma vaga no órgão legislativo do estado da Flórida, equivalente às assembleias legislativas brasileiras. Filiado ao Partido Republicano, Ronney disputava a representação do distrito 45º com o democrata Randolph Bracy e com o independente Heinie Heinzelman. O brasileiro recebeu 16.778 votos, 30,6% do total, enquanto seu adversário democrata contabilizou 38.070 votos (69,4%). 
José Peixoto
José Peixoto nasceu em Ipanema (MG), em 1960, e foi para os Estados Unidos com a mulher em 1985. Segundo ele, na época, a economia brasileira não estava indo bem, então ele decidiu deixar o país.
Ele mora em Florida Keys, região turística localizada no sul do estado, trabalha no ramo da manutenção de residências e se identifica como maçom. De acordo com Peixoto, há poucos brasileiros no distrito porque o custo de vida é muito caro.
Ronney Oliveira nasceu em Goiânia em 1972 (Foto: Arquivo Pessoal)Ronney Oliveira nasceu em Goiânia em 1972
(Foto: Arquivo Pessoal)
Ronney Oliveira
Ronney Roger Oliveira nasceu em Goiânia, em 1972, e foi criado em Palmeiras, também em Goiás. Ele cursou um ano de direito, mas parou por falta de dinheiro. Foi para os Estados Unidos com a mulher, em 1998, em busca de melhores condições de vida. O casal ficou por alguns meses no apartamento de um amigo do amigo, em Orlando. Apenas ela falava inglês.
Ronney e a mulher trabalharam fazendo limpeza em casas, hoteis e piscinas por cerca de um ano e meio até Ronney fundar uma empresa de construção civil. O negócio prosperou e o brasileiro decidiu ingressar em uma igreja brasileira com representação na região, se formou em teologia na Universidade da Florida e virou pastor.
Fonte: G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Você não tem permissão para usar essa função.