segunda-feira , dezembro 5 2016
Home / Futebol / Atenção corintianos – Conheçam os árbitros do Mundial da FIFA em Dezembro

Atenção corintianos – Conheçam os árbitros do Mundial da FIFA em Dezembro

A FIFA já definiu quem serão os responsáveis em dirigir os jogos do mundial de clubes deste fim de ano no Japão. Seguindo seu padrão a entidade levará 7 equipes de arbitragem sendo uma de cada afiliada continental e uma equipe reserva (IRÃ) que só será utilizada em caso de reprovação ou lesão de uma equipe titular.

Será o meu terceiro Mundial como comentarista, ou seja, acompanhando mais de perto os jogos e as designações dos árbitros do mundial interclubes e, na minha opinião, o grupo deste ano tem  menor qualificação técnica e, em especial, menor experiência em relação as duas edições anteriores.

Confira as equipes que estarão no Japão em Dezembro e as principais características dos árbitros centrais que comandarão a primeira competição da FIFA com o uso da tecnologia “gol não gol” e sem a presença de árbitros assistentes adicionais (árbitros de gol):

UEFA (Europa)

Cüneyt Cakir (Turquia), Bahattin Duran (Turquia), Tarik Ongun (Turquia)

O ano de 2012 será lembrado sem dúvidas, por este árbitro Turco, como o melhor de sua carreira. Depois de passar pelo seu “teste de fogo” apitando Barcelona e Chelsea (2×2) pela fase semifinal da liga dos campeões da Europa; ainda teve a honra de dirigir sua primeira Eurocopa (3 jogos) chegando também a fase semifinal apitando o jogo entre Portugal e Espanha vencido pelos espanhóis nas penalidades. Aos 35 anos (terá 36 no Mundial) está relacionado na pré-lista dos convocados para a Copa de 2014. Não ficaria surpreso se dirigisse a partida decisiva do Mundial.

OFC (OCEANIA)

Peter O´Leary (Nova Zelândia), Jan Hintz (Nova Zelandia), Ravinesh Kumar (Fiji)

O homem conhece o Mundial interclubes como ninguém!  Em 2012 participará pela quinta vez. Antes disso: 2007 (Decisão do terceiro lugar), 2008 (Decisão do quinto lugar), 2009 (Quartas). Terá chegado a sua hora de pelo menos apitar um das semifinais?  Na verdade, e com todo respeito, Peter tem tantas indicações mais pela falta de concorrência do que pela sua qualidade técnica. Mas, lembremos, sempre será “neutro”! Não me causaria surpresa se apitasse a estreia do Corinthians na competição (semifinal).

AFC (Ásia)

Nawaf Shukralla (Bahrein), Yaser Abdulla Tulefat (Bahrein), Ebrahim Saleh (Bahrein)

Com boas oportunidades em seu continente (Ásia), este árbitro de 36 anos fará sua segunda competição da FIFA (trabalhou no Mundial sub 17 do México em 2011). Vai para ser observado já que é selecionado para o Mundial do Brasil. Não acredito que vá muito longe no torneio já que estará por lá para ganhar mais experiência.

CAF (África)

Djamel Haimoudi (Argélia), Redouane Achik (Marrocos), Abdelhak Etchiali (Argélia)

O fato de ter 41 anos não significa grande experiência internacional. Fará sua segunda competição FIFA (esteve na Colômbia no Mundial sub 20 de 2011). Hoje (05.11) dirigirá a primeira final da Liga dos campeões africanos entre Al Ahly e Espérance ST. Outro nome que poderá surgir na partida semifinal da equipe brasileira.

CONCACAF (Américas do Norte e Central)

Marco Rodríguez (México), Marvin Torrentera (México), Marcos Quintero (México)

Pela foto vocês perceberão o porquê o mexicano foi apelido pelos torcedores de Chiqui Drácula. O mais experiente do grupo de árbitros selecionados com 2 copas do mundo no currículo (2006 e 2012) já apitou inclusive uma final do mundial interclubes (2007) entre Boca Juniors e Milan. Seguidamente participa de intercâmbio com a Conmebol já tendo apitado a Libertadores e inclusive uma Copa América (2004) onde dirigiu dois jogos do Brasil (contra o Chile na fase de grupos e a semifinal contra o Uruguai). Para mim, caso Europa e América do Sul (Chelsea e Corinthians) façam a final, Marco Rodriguez é o favorito para apitar a decisão.

CONMEBOL (América do Sul)

Carlos Vera (Equador), Christian Lescano (Equador), Byron Romero (Equador)

Uma surpresa da América do Sul. Seu nome ganhou força com as reprovações nos testes físicos dos árbitros de Países mais tradicionais como Brasil, Argentina e Uruguai. Mesmo sendo FIFA, Vera nunca “decolou”. Aos 36 anos, tem sua grande oportunidade profissional para provar aos instrutores da FIFA que pode estar no time de 2014. No quadro internacional desde 2007 faz seu primeiro torneio FIFA. Esteve na Copa América 2011 e apitou dois jogos.

Equipe reserva (somente será utilizada em situações extremas)
Alireza Faghani (Irã), Hassan Kamranifar (Irã), Reza Sokhandan (Irã)

Por Leonardo Gaciba

http://sportv.globo.com

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Você não tem permissão para usar essa função.