sexta-feira , dezembro 2 2016
Home / Futebol / Treinador Givanildo estreia com pé direito, ABC vence Bragantino no Frasqueirão e se afasta de vez da Z4

Treinador Givanildo estreia com pé direito, ABC vence Bragantino no Frasqueirão e se afasta de vez da Z4

A estratégia deu certo, a ideia de realizar promoção no preço dos ingressos levou um bom público ao Frasqueirão neste sábado, para ver o ABC bater o Bragantino, por 1 a 0, e voltar a respirar mais aliviado na luta para continuar afastado da zona de rebaixamento.

Os torcedores chegaram a sofrer além da conta na etapa inicial, mas continuaram apoiando a equipe que venceu com um gol de Cascata aos 11 minutos do segundo tempo. O resultado fez o alvinegro abrir oito pontos de vantagem em relação a equipe paulista, que abre a zona de rebaixamento. O time potiguar voltará a campo na próxima terça-feira, quando vai enfrentar o Guaratinguetá, em São Paulo.

O ABC que entrou em campo com a missão de conquistar um bom resultado para evitar se aproximar mais da zona de rebaixamento, parece ter sentido o peso das três derrotas em sequência e na competição e a pressão que ronda a equipe. Na verdade a equipe não se encontrou no primeiro tempo, foi amplamente dominado pelo adversário e só não amargou uma derrota parcial graças a excelente atuação do goleiro Camilo. O camisa um, que substituiu o titular Andrey, deu conta do recado.

O tamanho da apatia da equipe potiguar era tanto, que aos 11 minutos Camilo já tinha realizado três grandes defesas. O meio-campista Thiago Luiz, numa tarde não muito boa, desperdiçou duas belas oportunidades na cara do gol, devido a participação decisiva do goleiro abecedista.

Depois de passar praticamente todo o tempo preso na marcação e olhando o adversário, o ABC começou a construir algo de positivo em campo após os 35 minutos, quando Renatinho tentou o cruzamento, Astorga tentou afastar e quase marcou contra. A torcida ainda reclamou de um pênalti, aos 40 minutos, quando Éderson cruzou a bola, o zagueiro cortou com a mão, mas o árbitro inverteu a marcação, assinalando falta do atacante Adriano Pardal.

Na segunda etapa o ABC manteve a pressão exercida no final do primeiro tempo e em 11 minutos de partida, quando Cascata com um chute de fora da área, conseguiu vencer o goleiro Gilvan e fazer o clube potiguar largar na frente no placar, a equipe já tinha levado mais perigo que em todo o jogo. Em pelo menos três oportunidades, com Adriano Pardal e Éderson os comandados de Givanildo Oliveira estiveram perto de fazer o gol. Éderson ainda chegou a mandar uma bola no travessão, comprovando a mudança radical de postura do ABC em campo.

Apesar de acuado, o Bragantino também criou chance de empatar, mas Camilo continuou bem, na primeira delas abafou uma bola nos pés de Malaquias, na segunda, defendeu com firmeza uma bola desviada por Lincom, na pequena área. Sentindo a disposição do adversário, Givanildo resolveu reforçar o sistema de marcação tirando Cascata e colocando o zagueiro Gladstone, controlando melhor a situação em campo. Contida a ânsia da equipe paulista, que com o resultado continua mergulhada na zona de rebaixamento, o ABC controlou a situação e teve a vida facilitada pela expulsão de Tito, que agrediu Gladstone com soco na nuca.

Ficha Técnica

ABC: Camilo, Pedro Silva (Ivan), Flávio Boaventura, Vinícius e Renatinho; Bileu, Serginho, Walter Minhoca e Cascata (Gladstone); Éderson e Adriano Pardal (Raul). Técnico: Givanildo Oliveira.

Bragantino: Gilvan, Diego Macedo, André Astorga (Tito), André Vinícius e Kadu; Carlinhos, Acleisson, Malaquias (Walacer) e Bruno Lotti; Thiago Luiz (Caion) e Lincom. Técnico: Vágner Benazzi.

Árbitro: Anderson Daronco (RS)

Gols: Cascata/ABC (11’/2ºT)

Renda: R$ 47.427,00

Público: 7.043 pagantes

Estádio: Frasqueirão

Fonte: Tribuna do Norte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Você não tem permissão para usar essa função.