segunda-feira , dezembro 5 2016
Home / Polícia / Na Paraíba, Festa de prefeito que escapou de atentado termina com feridos a golpes de faca e de garrafadas

Na Paraíba, Festa de prefeito que escapou de atentado termina com feridos a golpes de faca e de garrafadas

Após 11 dias da tentativa de homicídio contra o prefeito eleito do município paraibano de Pocinhos, Cláudio Chaves Costa, 47 anos,  quatro pessoas ficaram feridas a facada e garrafadas durante a festa da vitória do candidato do PMDB. A festa ocorreu na noite desta sexta-feira (19), em uma das ruas da cidade. Na primeira tentativa de comemoração, um dia depois das eleições, o prefeito eleito foi ferido à faca por um homem que votou em seu adversário.

A nova festa de comemoração terminou, mais uma vez, em tumulto. O evento contou com a presença de lideranças peemedebistas, como o prefeito de Campina Grande, Veneziano Vital do Rêgo e o deputado federal Wilson Filho.

José Farias Gomes, 22; e Demétrio Farias, 29, foram vítimas de garrafadas. Álvaro Honório, 17; e José Gregório Barbosa, 26, foram atingidos com golpes de faca.

As vítimas foram encaminhadas para o Hospital de Trauma em Campina Grande, onde permanecem internadas.

Pocinhos (município localizado na região do Cariri paraibano), fica a  186,4 quilômetros da capital João Pessoa.

Eleições em Pocinhos

Claudio Chaves Costa (PMN) foi eleito no, no dia 7 deste mês, com 5.674 votos que respondeu a 56,55% dos votos válidos. Ele fez parte da coligação “Unidos para Reconstruir Pocinhos”.

O candidato derrotado nas urnas foi Arthur Bonfim Galdino de Araújo (PSDB) que teve 4.727 votos com um percentual de 45,45%. A coligação dele era a “Por amor a Pocinhos”.

Pocinhos tem 13.246 eleitores e, de acordo com o IBGE, sua população é estimada em 17.032 habitantes. Sua área territorial é de 630 km².

Na noite do dia 8 deste mês, Cláudio Chaves Costa foi esfaqueado no abdômen e na mão durante uma festa de comemoração no centro da cidade. De acordo com policiais militares do 10º BPM, a tentativa de assassinato, que aconteceu na noite da segunda-feira (08) e era relacionada com divergências políticas. 
Durante o tumulto mais duas pessoas ficaram feridas, entre elas, uma adolescente de 16 ano, atingida no braço por um golpe de faca.  
De acordo com o José Roberto Soares, 20, que foi esfaqueado nas costas, o prefeito eleito estava na praça da cidade comemorando sua vitória, quando um homem chegou e lhe desferiu três golpes de faca. As perfurações atingiram duas vezes o abdômen. A a outra perfuração foi em uma das mãos do prefeito eleito.

Fonte: Portal Correio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Você não tem permissão para usar essa função.