sábado , dezembro 3 2016
Home / Cultura / Fortaleza: Centro Dragão do Mar recebe Margareth Menezes e Arnaldo Antunes na última noite do Festival

Fortaleza: Centro Dragão do Mar recebe Margareth Menezes e Arnaldo Antunes na última noite do Festival

Arnaldo Antunes (Foto: Marcos Vilas Boas)A noite de encerramento do V Festival UFC de Cultura – "Pão, Modernismo e outras revoluções na arte brasileira" – é mais que plural. A programação musical, antes concentrada no Campus do Benfica, será deslocada para a Praça Verde do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura (Rua Dragão do Mar, 81 – Praia de Iracema). Primeiro, sobem ao palco os grupos Roadsider e Astronauta Marinho, selecionados pela Mostra Universitária de Bandas. Em seguida, a baiana Margareth Menezes anima a Praça Verde com seu show "Para Gil e Caetano". Após a cantora, o ex-Titã Arnaldo Antunes apresenta seu mais recente trabalho, "Acústico MTV", e, para encerrar o Festival, entra a banda cearense Verônica Decide Morrer. Na ocasião, realiza-se simultaneamente ao Festival a Calourada Geral da UFC.

Os estilos de rock pesado, especificamente stoner e trash metal, são os motivos para os músicos da Roadsider balançarem as cabeleiras. Criada em 2007, a banda tem entre suas influências os grupos Crowbar, Down, Pantera, Slayer, Black Label Society, Sepultura, Kyuss, Alice in Chains, Black Sabbath, Corrosion of Conformity e muito mais. Composta por Flávio Rovere (vocal), Samuel Reis (guitarra), Gabriel Paiva (guitarra), Kalil Caliope (baixo) e Cléber Viveiros (bateria), a banda já lançou em 2008 o EP “Roadsider” e encontra-se em estúdio finalizando seu álbum de estreia, “Devil’s a Hitchhiker” (O diabo é um caroneiro).
Já a Astronauta Marinho surgiu em meio às experimentações sonoras particulares do músico Felipe Lima. Depois do incentivo de um amigo, a atual formação foi consolidada no evento “Fortaleza Entregue às Baratas”, idealizado pelo grupo Acidum. Chagas Neto (teclado e sintetizador), Caio Cartaxo (baixo e voz), Rafael Viana (guitarra), Guilherme Alvez (bateria), Felipe Lima (guitarra, samples e voz) e Camila Matos (percussão e guitarra) têm como inspiração a vida urbana e cotidiana, em um trabalho essencialmente voltado para a música instrumental.
Margareth Menezes (Foto: Cristina Granato)Em seguida, às 20h30min, sobe ao palco a diva baiana Margareth Menezes, trazendo a Fortaleza seu novo show, “Para Gil e Caetano”, talhado no repertório atemporal de Gilberto Gil e Caetano Veloso. A novidade da proposta fica por conta dos arranjos eletroacústicos da banda de Margareth, formada pelo violonista e compositor Alexandre Leão, pelo guitarrista Théo Silva e pelos percussionistas Guto Messias e Daniela Pena. “Estrear Para Gil e Caetano em Fortaleza dentro de um festival prestigiado como este é uma felicidade. Acredito que o público da cidade, sempre muito generoso, vai receber bem o novo projeto. Gilberto Gil e Caetano Veloso são grandes referências para o meu trabalho”, revela a cantora, que possui 25 anos de carreira.
Na set-list, o público pode esperar canções de Gil como “Deixar Você” (1982), “Metáfora” (1982), “A Linha e o Linho” (1983), “Bahia de Todas as Contas” (1983) e “Buda Nagô” (1992). Já Caetano é revisitado em “Como 2 e 2” (1971), “Um Índio” (1976), “Queixa” (1982) e “Milagres do Povo” (1985). Seja em interpretações suaves ou na força de uma baianidade ancestral, o novo show de Margareth tem sido bem recebido pelo público e pela crítica.
O paulistano Arnaldo Antunes promete encher de nostalgia a Praça Verde a partir das 22h, com o show de seu mais recente álbum, “Acústico MTV”, lançado no primeiro semestre deste ano. O repertório faz jus à sua trajetória musical, passando pela fase enquanto vocalista da banda Titãs, por sua carreira solo, pela colaboração com o grupo Tribalistas (junto com Carlinhos Brown e Marisa Monte) e por composições de Arnaldo que foram interpretadas por outros artistas.
Farão parte do show músicas como a lúdica “A Casa é Sua”, sucessos dos Titãs como “O que” e “Comida”, além de composições de Arnaldo regravadas por diversos artistas, como “Pop Zen” e “De Mais Ninguém”. Já o trabalho solo do cantor será representado pelas faixas “Sem Você”, “A Nossa Casa”, “Envelhecer” e “Debaixo D’Água”. O público também será brindado com duas canções inéditas, “Dentro de um Sonho” e “Ligado a Você”. Acompanham Arnaldo nos shows do Acústico MTV músicos de renome nacional como Edgard Scandurra e Chico Salém (violões), Betão Aguiar (baixo), Curumin (bateria), Liminha e Marcelo Jeneci (teclado).
A noite segue com show da banda cearense Verónica Decide Morrer, marcada por performance e estilo irreverentes. A inovação começa na peculiaridade da vocalista, a travesti Verônica Valenttino, vinda dos espetáculos teatrais “Cabaré da Dama” e “Engenharia Erótica”, de Silvero Pereira. Luxúria, beleza, loucura e muito rock and roll são os pontos chave da apresentação do grupo, formado em 2010. A formação traz Jomar Carramanhos (Verónica) e Jonas Sampaio nos vocais, Dario Oliveira na guitarra, Léo “Breedlove” no baixo e Bruno Carvalho na bateria.
O V Festival UFC de Cultura é uma realização da Coordenadoria de Comunicação Social e Marketing Institucional da Universidade Federal do Ceará, em parceria com a Sociedade Cearense de Jornalismo Científico e Cultural e com o Centro de Treinamento e Desenvolvimento (Cetrede). Tem patrocínio da Consul e do Banco do Brasil, apoio cultural do Governo do Estado do Ceará – através da Secretaria da Cultura (Secult) – e apoio: da Fundação Cearense de Pesquisa e Cultura (FCPC), da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará, do Diretório Central dos Estudantes (DCE-UFC), do Banco do Nordeste do Brasil (BNB) e do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura.
Para saber mais, acesse o site do Festival, a fanpage no Facebook ou o perfil do evento no Twitter.
Fonte: Coordenadoria de Comunicação Social e Marketing Institucional da UFC – (fone: 85 3366 7319)

Fonte: http://www.ufc.br/portal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Você não tem permissão para usar essa função.