sábado , dezembro 3 2016
Home / variedades / Começa esta semana envio de aparelhos para medir velocidade da banda larga fixa

Começa esta semana envio de aparelhos para medir velocidade da banda larga fixa

São Paulo – Os estados com o maior número de inscritos no programa de avaliação de banda larga fixa (Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro) começam a receber esta semana o whitebox – aparelho que será conectado ao modem para aferir o funcionamento do serviço. O equipamento será instalado na casa de pessoas cadastradas, que já fizeram o teste de alta velocidade (speed test), e foram selecionadas para receber o modem.
Em todo o país serão selecionadas 12 mil pessoas distribuídas por unidade da Federação, prestadora e faixa de velocidade contratada, conforme o plano amostral feito pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). As inscrições para participar do programa podem ser feitas no site brasilbandalarga.com.br. O cadastrado receberá e-mail da entidade aferidora da qualidade (EAQ) para fazer o speed test.
A expectativa é que seja formado um banco de dados com 120 mil usuários de internet banda larga de todo o país. Os selecionados receberão o whitebox. O equipamento é gratuito e a pessoa selecionada não receberá qualquer remuneração. A instalação do aparelho é simples e não requer conhecimentos avançados de informática. Os voluntários receberão ainda um relatório mensal sobre a qualidade da banda larga que utilizam.
Os dados coletados pela entidade aferidora serão divulgados mensalmente pela Anatel e servirão para que a agência avalie se as empresas estão cumprindo as metas de qualidade estabelecidas. No caso de descumprimento das metas, a Anatel poderá estabelecer prazos para que o problema seja resolvido, aplicar multas ou até determinar a proibição de vendas de serviços de internet banda larga.
A medição atende a uma determinação da Anatel que estabelece que, a partir de outubro, as operadoras com mais de 50 mil usuários deverão entregar, em média, por mês, uma velocidade mínima de conexão de 60% da velocidade anunciada. Atualmente, a velocidade média entregue aos usuários fica em torno de 10% da contratada. Para a velocidade instantânea, os índices começam em 20%, depois passam para 30% e 40%.
Fonte: Agência Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Você não tem permissão para usar essa função.