sábado , dezembro 10 2016
Home / Política / Candidatos de Natal vão ao último debate e trocam críticas

Candidatos de Natal vão ao último debate e trocam críticas



No último debate entre os concorrentes à Prefeitura de Natal, realizado ontem pela Intertv/Cabugi, Carlos Eduardo (PDT) e Hermano Morais (PMDB) discutiram propostas, mas também protagonizaram mais um duelo, com direito a críticas mútuas. Os assuntos postos em mesa giraram em torno de temas diversos, como saúde, educação, meio ambiente, corrupção, além de blocos específicos com perguntas livres de candidato para candidato. Em aproximadamente 50 minutos, os dois candidatos tentaram mostrar ao eleitor que têm plano de Governo e se coadunam com o momento atual do município.

O mediador foi o jornalista José Roberto Burnier, da Globo de São Paulo. “Um debate propositivo que ajudará a população de Natal na hora da escolha”, disse Burnier, ao final.

Já no primeiro bloco, os concorrentes trocaram opiniões sobre questões relativas à região metropolitana de Natal. Carlos Eduardo e Hermano Morais enfatizaram a necessidade de entrelaçar as ações na capital, sobretudo no que concerne a projetos de meio ambiente e saúde, às iniciativas das demais cidades do contorno. Cada um a sua maneira, os pleiteantes frisaram a importância da unificação da Grande Natal para o futuro da região.

Durante o debate, não foram raros os momentos de tensão, com os candidatos apontando “defeitos” um do outro, seja na seara profissional, administrativa ou política. Hermano Morais apontou, por várias ocasiões, as oportunidades que o adversário teve de administrar a cidade, segundo ele, “sem sucesso”. “É o candidato das obras inacabadas. Natal merece mais”, criticou o peemedebista.

O candidato do PDT, por sua vez, enfatizava as inúmeras vezes em que Morais trocou de partido, citando-o como “fisiologista” e destacando que o PMDB, partido de Hermano, participou de várias administrações “sem, contudo, contribuir”. As divergências já era visíveis ao vivo e ganharam contornos de maior tensão durante um dos intervalos.

Apesar dos momentos de tensão, os candidatos relataram sobre soluções para problemas que afligem a população. Para um deles, o da habitação, Hermano que buscará a ajuda de parceiros, inclusive do Governo Federal, e construirá casas e realizará melhorias habitacionais. Carlos Eduaro lembro que foi o criador da Secretaria Municipal de Habitação e que continuará as políticas públicas habitacionais iniciadas no governo passado.

Os concorrentes prometeram ainda retomar as ações de limpeza pública, com a coleta de lixo e aproveitando o aterro sanitário. “O partido do meu adversário deixou a cidade suja, o aterro não funciona e acabaram com a coleta seletiva”, disse Carlos Eduardo. Hermano rebateu: “o senhor teve a oportunidade de fazer disse que ele teve oportunidade de fazer tudo e não fez”.

Marqueteiros orientam discussão nos intervalos

Hermano Morais e Carlos Eduardo chegaram ao prédio da Intertv/Cabugi praticamente no mesmo horário, cerca de uma hora antes do início do debate. O peemedebista estava acompanhado do marqueteiro João Maria Medeiros e de alguns auxiliares e aparentava tranquilidade. O pedetista estava em companhia de Alexandre Macedo, o marqueteiro, de um fotógrafo e o assessor de imprensa. Carlos aproveitou os momentos que antecederam as discussões para rever assuntos que seriam abordados ao longo da discussão.

Os marqueteiros orientaram os candidatos a apresentarem as propostas, mas também afinaram a ambos para que respondessem a altura provocações porventura externadas pelo adversário.

Carlos e Hermano só se encontraram a poucos minutos do início do debate, quando o jornalista Burnier instruiu a ambos quanto às regras do programa. Ao se cumprimentarem deixaram transparecer descontentamento um com o outro.

A descontração só partiu antes do debate quando Hermano Morais se ausentou da sala e Carlos Eduardo tomou água, conversou com José Roberto Burnier e conversou com os jornalistas que aguardavam o início da transmissão. O candidato do PMDB chegou a brincar que o adversário estaria nervoso porque tinha ouvido a palavra “Nildo”, no caso o boneco que faz críticas ao pedetista no programa de Morais. Na Intertv Nildo se tratava de um técnico que trabalhava no estúdio e era a todo tempo chamado por Burnier.

Ao final, os candidatos conversaram com a impresa, voltaram a fazer críticas mútuas, e foram embora por volta das 12h30.

Hermano Morais terá caravana e carreata 

O candidato do PMDB, Hermano Morais, vai sair hoje, ao meio-dia, na “Carreata da Vitória 15”, como foi denominada a mobilização, que deve reunir mais de 600 carros, a militância e eleitores da coligação, além de lideranças do Estado. Está confirmada a presença do ministro Garibaldi Filho, dos deputados federais Henrique Alves e João Maia, dos deputados estaduais Walter Alves, Kelps Lima e Antônio Jácome. Antes da carreata, haverá, a partir das 9h, a “Caravana 15”, na Vila de Ponta Negra.

A “Carreata da Vitória” vai sair da Avenida Roberto Freire, em frente à Carreta Churrascaria, seguindo pela Salgado Filho, Xavier da Silveira, Hermes da Fonseca, Praia do Meio, João Medeiros Filho, Moema Tinôco, Itapetinga e Avenida das Fronteiras, com encerramento na Avenida Maranguape, no bairro Potengi.

Carreata de Hermano

Avenidas: Engenheiro Roberto Freire,

Salgado Filho;

Xavier da Silveira;

Hermes da Fonseca;

Praia do Meio;

João Medeiros Filho;

Moema Tinôco,

Itapetinga e

Das Fronteiras,

Maranguape

Carlos Eduardo vai à caminhada e carreata

O candidato Carlos Eduardo (PDT) iniciará o último dia de campanha com uma caminhada na Redinha e na comunidade África, às 8h. Depois, ele vai para a mobilização que marcará o encerramento de suas atividades nas ruas neste período eleitoral. Ao meio-dia, os pedetistas, aliados, apoiadores e eleitores participarão da carreata “12 Horas com o Povo de Natal”.

A mobilização percorrerá as avenidas engenheiro Roberto Freire (Ponta Negra), Ayrton Senna (N. Parnamirim), Maria Lacerda (N. Parnamirim), Xavantes (Cid. Satélite),  Miramangue (Planalto), Padre Cícero (Felipe Camarão), Amintas Barros (Dix-Sept Rosado) e Mário Negócio (Quintas). A carreata também passará pelas avenidas João Medeiros Filho (Potengi), Itapetinga (Santarém) e Mar do Norte (Parque das Dunas).

Carreata de Carlos

Avenidas: Roberto Freire;

Ayrton Senna;

Maria Lacerda;

Xavantes;

Miramangue;

Padre Cícero;

Amintas Barros;

Mário Negócio;

João Medeiros Filho;

Itapetinga;

Mar do Norte

Fonte: Tribuna do Norte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Você não tem permissão para usar essa função.