quarta-feira , dezembro 7 2016
Home / Sem categoria / Mina de scheelita reabre no RN

Mina de scheelita reabre no RN

A Mineradora Nosso Senhor do Bonfim reativou oficialmente ontem no Rio Grande do Norte a Mina Bonfim, que volta a produzir scheelita, após uma pausa de quase 30 anos. Encravada no município de Lajes, a 125 km de Natal, a mina funcionou entre os anos 1973 e 1984, mas, devido à depressão dos preços da scheelita na década de 80, parou as atividades.
Diógenes AlmeidaMina Bonfim retoma a produção em Lajes: O investimento projetado na área é de R$ 80 milhõesMina Bonfim retoma a produção em Lajes: O investimento projetado na área é de R$ 80 milhões

Com a atual demanda por bens minerais estratégicos e com a previsão do aumento desse consumo, tanto no Brasil, quanto no mercado internacional, a Mina foi reativada, sob a direção da empresa goiana Mineradora Nosso Senhor do Bonfim. O foco é a produção de scheelita, mas também serão explorados outros metais como subprodutos.

A Mina gera, atualmente, 140 empregos diretos e cerca de 420 empregos diretos e indiretos para a região. O investimento projetado é de R$ 80 milhões, sendo que R$ 50 milhões já foram investidos e R$ 30 milhões serão aplicados na segunda etapa do projeto.

Quanto à capacidade anual de produção, até junho de 2013 serão produzidas 250 toneladas/ano de concentrado de scheelita na Mina Bonfim. Ao final da implantação da segunda etapa, a produção atingirá 700 toneladas/ano de concentrado de scheelita e duas mil toneladas/ano de ferro tungstênio.

Já o faturamento anual estimado é de aproximadamente R$ 100 milhões por ano quando estabilizada a produção. Isso corresponde à primeira etapa do empreendimento que está sendo inaugurado e foi iniciada em novembro de 2011. A segunda etapa será concluída em dezembro de 2013.

O evento que marcou a inauguração da mina contou com a presença da governadora do Estado, Rosalba Ciarlini, do Ministro da Previdência Social, Garibaldi Alves Filho e de outras autoridades do Governo Federal, Estadual e Municipal, bem como representantes de órgãos, instituições e empresas.

“Esse estado é rico, mas essa riqueza não estava chegando ao seu povo. Sabendo do potencial que temos, precisamos agregar valor, atrair o investidor e gerar emprego para os trabalhadores do Rio Grande do Norte”, disse a Governadora.

POLO

Ainda durante a solenidade, foi assinado um Protocolo de Intenções entre o governo do Estado e a Mineradora com o objetivo de desenvolver estudos de viabilidade para implantação de um pólo metalúrgico em Lajes. “Nós somos mineradores e acreditamos muito na vocação mineral do RN, por isso estamos investindo nessa perspectiva”, ressaltou o presidente da empresa, Luiz Antonio Vessani. Segundo ele, a proposição desse protocolo visa, ainda, agregar valor à produção de scheelita com a exploração de tungstênio do Rio Grande do Norte.

Também participaram da solenidade de inauguração o vice-presidente da empresa, Marcos Alencastro Curado; o secretário-adjunto de Estado do Desenvolvimento Econômico, Silvio Torquato; o diretor geral do Idema, Gustavo Szilagyi; o presidente da Fiern, Amaro Sales; além de representantes de instituições do setor mineral no RN.

Fonte: Tribuna do Norte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Você não tem permissão para usar essa função.