sábado , dezembro 10 2016
Home / Poemas e poesias / Contos populares – A cana e a cachaça

Contos populares – A cana e a cachaça

A importância da cana de açúcar para o desenvolvimento do Nordeste é incalculável, por muito tempo essa Região foi a mais rica do país graças a essa planta cultivada com abundância nos solos pernambucanos e alagoanos. Mas o caso é outro, sobre a origem da cana e da cachaça encontrei na net o seguinte:

Jesus Cristo passava por uma estrada e, sob sol forte, morria de fome e de sede. De repente, avistou um canavial.

Sentou-se numa sombra entre as folhas, refrescou-se do calor, descansou, chupou uns gomos e matou a fome.

Ao sair, abençoou as canas, prometendo que delas o homem tiraria um alimento bom e doce.

No outro dia, na mesma hora, o diabo saiu do inferno e, galopando pela estrada, foi dar no mesmo canavial.

Mas, desta vez, as canas soltaram pelos e o caldo estava azedo, queimando a garganta.

Furioso, o diabo prometeu que da cana o homem tiraria uma bebida tão ardente como as caldeiras do inferno.

É por isso que da cana se tira o açúcar, bênção de Nosso Senhor, e a cachaça, maldição do diabo.

Fonte: leomedeirospoetapopular.blogspot.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Você não tem permissão para usar essa função.