sábado , dezembro 10 2016
Home / variedades / Quer ficar de bem com a saúde? O seu estilo de vida é fundamental

Quer ficar de bem com a saúde? O seu estilo de vida é fundamental

<div dir=”ltr” style=”text-align: left;” trbidi=”on”>
O Endocrinologista brasileiro, Filippo Pedrinola adverte nesta matéria, sobre o estilo de vida que uma pessoa deve levar, para ter uma sáude equilibrada, sem stress e com qualidade de vida.

Talvez a melhor tradução para o significado do termo Wellness seja: um processo dinâmico e consciente de busca por uma vida saudável com felicidade, enxergando as conexões entre corpo, mente e espírito. Essa busca é tão importante quanto individual e representa uma conquista única, intimamente associada ao nosso estilo de vida.

Cuidado com o estilo de vida

Cada um tem a responsabilidade de fornecer elementos essenciais para a saúde, tais como uma boa nutrição, controle de peso adequado, atividade física regular, controle de fatores de risco como fumo, álcool, abuso de drogas e gerenciamento do estresse.

Seu coração é um órgão extremamente sensível aos sinais enviados pelo cérebro, mas ele não é o único. Os estados emocionais, provocados pelos pensamentos, afetam diretamente a saúde do corpo inteiro. Estudos relativamente recentes possibilitaram o surgimento de uma nova área de pesquisa médica conhecida como psiconeuroimunologia. É a ciência que investiga como os sentimentos, experimentados de forma consciente ou inconsciente, interferem na produção de hormônios e nas defesas do organismo.

Segundo a organização mundial de saúde (OMS), 80% dos casos de infarto e derrame e 40% dos casos de câncer podem ser evitados com um estilo de vida melhor. Seus genes não determinam seu destino, o estilo de vida é capaz de ligar ou desligar ?genes bons? ou ?genes ruins?. É a epigenética, ramo da ciência que estuda essa relação e representa um verdadeiro marco na compreensão do aparecimento e da evolução das doenças.

Consequências do estresse para a saúde

Segundo pesquisas conduzidas pela International Stress Management Association no Brasil (Isma-BR), que estuda estratégias para afastar o problema , 70% dos brasileiros economicamente ativos sofrem efeitos negativos do estresse. Justamente por ficar com a imunidade comprometida, eles tem mais gripes, herpes, candidíase e infecções em geral. Nada menos que 3,5 % do PIB nacional são gastos com o estresse e suas consequências, e nas empresas ele é a principal causa de absenteísmo – quando o trabalhador falta por motivo de saúde – e presenteísmo, quando ele não desempenha suas funções adequadamente devido a problemas de saúde.

O segundo maior gasto das áreas de recursos humanos é com assistência medica e, mesmo assim, apenas de 1% a 5% das empresas brasileiras possuem programas regulares de qualidade de vida. Em média, de 15% a 20% dos funcionários são portadores de alguma doença crônica, e estes correspondem a 75% dos gastos com saúde nas empresas, por levarem ao absenteísmo e à aposentadoria precoce.

Não basta estar “aparentemente” livre de doenças. O bem-estar, no sentido mais pleno, depende de um olhar apurado sobre o que faz com que elas apareçam. Cada um constrói sua saúde quando se responsabiliza por ela. Saúde não é tudo, porem sem ela, o resto não é nada. Até a próxima.

Fonte:http://yahoo.minhavida.com.br</div>

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Você não tem permissão para usar essa função.