domingo , dezembro 11 2016
Home / Poemas e poesias / As aventuras do filho de Cobra Choca

As aventuras do filho de Cobra Choca

Por Manuel Monteiro

A deusa da poesia
com sua seta em mim toca
pra eu falar sobre um valente
pior que siri na toca
descrevendo As aventuras
do filho de Cobra Choca.

Pois Antônio Cobra Choca
na brigada era bonzinho
no engenho Jundiaí
enfrentou tudo sozinho
brigou e casou com a filha
do coronel Vicentinho.

O coronel era brabo
mas Cobra Choca o venceu
casando com Izabel
um filho ela concebeu
Cobra aí disse: — Esse vai
assumir o lugar meu.

Olhando o recém-nascido
em sua face se via
o gigante da coragem
enxortando a covardia
nas mãos pequenas, bravura
e nos gestos valentia.

Mesmo alguém diz que o destino
é impossível evitá-lo
o homem tem que cumpri-lo
por não poder desprezá-lo
e “o filho só puxa ao pai
quando ele rouba cavalo”.

Assim o filho ao nascer
por Joaquim foi batizado
e com oito anos era
gordo, bonito e corado
mas bastante arruaceiro
perverso e desassombrado.

Todo dia por comum
Joaquim formava um azar
na cabeçada era bamba
rasteira sabia dar
dava surrote em menino
qu’era capaz de matar…Leia o cordel completo aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Você não tem permissão para usar essa função.