sábado , dezembro 10 2016
Home / variedades / Acessórios e aplicativos tornam realidade controle de aparelhos apenas por gestos

Acessórios e aplicativos tornam realidade controle de aparelhos apenas por gestos

Quando a Microsoft lançou o Kinect, no final de 2010, parecia apenas um acessóriomaluco para jogadores do videogame Xbox 360. O sensor de movimentos, porém, abriu as portas para uma tendência que aos poucos vai se espalhando pelo resto do mundo tecnológico: o controle de dispositivos por gestos.

Uma nova safra de aparelhos e aplicativos que está chegando ao mercado transforma em realidade o conceito de interface natural, no qual o corpo comanda a máquina sem contato direto.

Acessórios e aplicativos tornam realidade controle de aparelhos apenas por gestos
Em Londrina, sensor de movimentos para videogame ajuda em cirurgias
Aparelho troca uso do mouse por movimento da mão

Uma das empresas que estão investindo natecnologia é a Samsung. Sua nova linha de TVs conectadas tem funções básicas, como aumentar o volume e trocar de canal, ativadas com o balançar das mãos. Nesses modelos, dá para jogar “Angry Birds” por reconhecimento de gestos.

Já desktops e laptops devem tirar proveito dos sensores mais sofisticados da versão do Kinect para Windows. O modelo compatível com PCs saiu em fevereiro e chegou oficialmente ao Brasil em junho por R$ 999.

Nos EUA, a pequena Leap Motion diz ter um sensor mais preciso que o da empresa fundada por Bill Gates. Em vídeos de divulgação, o dispositivo se mostra capaz até de reconhecer a ação dos dedos.

Nos dois casos, porém, os sensores não funcionam assim que saem da caixa. Eles são voltados para desenvolvedores, encarregados de criar os programas que darão vida aos aparelhos.

“A navegação de conteúdo é a área que vai mais se beneficiar de comandos por movimentos”, diz Pietro Macchiarella, analista da consultoria Park’s Associates. Isso, de certa forma, já acontece com o Kinect, que permite o controle não apenas de games mas também de outras mídias, como filmes e músicas.

Fonte:http://www1.folha.uol.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Você não tem permissão para usar essa função.