UMAS E OUTRAS - Por Abílio Neto

Ederaldo Gentil, o grande sambista baiano que existiu sem viver

Na minha concepção, o grande sambista Ederaldo Gentil, uma espécie de Paulinho da Viola baiano, encarnou como ninguém o sentido da célebre frase do filósofo Nietzsche: “Viver é a coisa mais rara do mundo. A maior parte das pessoas apenas existe.” Num dos seus lindos sambas, o lírico poeta nascido...
Read More